Abono PIS/Pasep: como reivindicar o dinheiro esquecido de 2019?

Abono PIS/Pasep: como reivindicar o dinheiro esquecido de 2019?

O benefício é válido para o ano-base 2019. O período de inscrição teve início em 31 de março de 2022.

Restam cerca de R$ 200 milhões a serem sacados de mais de 320 mil trabalhadores cadastrados no PIS/Pasep, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência Social. O desempenho refere-se ao ano-base 2019. O período de inscrição teve início em 31 de março de 2022.

Quem achar que tem direito ao abono salarial de 2019 basta solicitar pela Carteira de Trabalho Digital (disponível para Android e iOS). Também é possível entrar em contato com a central de atendimento do Alô Trabalhador, telefone 158.

O funcionário pode solicitar o atraso pessoalmente no escritório regional mais próximo do Ministério das Obras e Pensões. Se necessário, basta apresentar um certificado oficial com foto.

Também é possível solicitar a reemissão na inspeção estadual do trabalho. Basta enviar um e-mail para o endereço do [email protected], substituindo as letras uf pela sigla do estado em que você mora.

Após o envio, se o pedido for aprovado pelo Ministério, o trabalhador tem até 29 de dezembro , 2022 para retirar. No entanto, caso ainda não efetue a operação, terá de aguardar um novo prazo para efetuar a encomenda, que não está prevista até 2023.

Quem tem direito ao abono salarial PIS/Pasep de 2019?

Por ser referente ao ano de 2019, para sacar o benefício é preciso que o trabalhador:

  • Tenha cadastro ativo no PIS/Pasep há, no mínimo, 5 anos;
  • Tenha recebido uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos;
  • Tenha trabalhado, em 2019, para alguma Pessoa Jurídica por, por pelo menos, 30 dias;
  • Tenha os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial;

O trabalhador consegue consultar as informações do seu PIS/Pasep através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS. Aqueles que preferirem, podem ligar para a central de atendimento Alô Trabalhador, pelo número 158.

Quando será pago o abono ano-base 2021?

Quem trabalhou com carteira assinada no ano passado receberá o abono salarial somente em 2023. Quanto a isso, até o momento não há nada detalhado. O Governo Federal ainda não divulgou o calendário ou anunciou o valor, por exemplo.

Todavia, a expectativa é que o montante para realizar os próximos pagamentos do PIS/Pasep seja de R$ 20 bilhões, para cerca de 23 milhões de cidadãos de direito. Esses deverão ser os números constantes no Orçamento para o próximo ano.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.