Aposentadoria por depressão existe? Saiba mais

Aposentadoria por depressão existe? Saiba mais

Nos últimos meses o número de pesquisas por aposentadoria por depressão cresceu em cerca de 70% e o motivo é que todos sabemos. Entretanto, será que realmente existe aposentadoria por depressão? Veja neste artigo todos os detalhes e se é possível solicitar.

Aposentadoria por depressão existe?

Muitas pessoas buscam pelo menos o auxílio-doença, e há casos que até mesmo a própria aposentadoria é pedida. Visto que a depressão causa invalidez e incapacidade em milhares de brasileiros.

Desse modo, toda doença que incapacita o cidadão de exercer o seu trabalho, pode ser usada como pilar no requerimento de algum benefício; seja o auxílio-doença ou até mesmo a própria aposentadoria.

A pergunta que não quer calar: é possível? Bom, é possível sim, obter aposentadoria por depressão. Mas tenha cuidado, veja os detalhes do requerimento e o passo a passo.

Como solicitar a aposentadoria por depressão?

Muitas doenças psicológicas surgiram em meio a pandemia global, e com isso, os casos de solicitações de aposentadoria por depressão cresceram mais ainda, sendo possível realizar o requerimento.

Caso o trabalhador esteja dentro dos padrões de segurado, preencha todos os requisitos de carência e está se sentindo incapaz devido à depressão, pode sim, obter o benefício de aposentadoria por depressão ou auxílio-doença.

Podendo ser dividido em: aposentadoria ou auxílio-doença por depressão. Todos os casos têm que ser comprovados através da perícia médica — entretanto, existe uma diferença.

O auxílio-doença é um benefício temporário, já a aposentadoria é totalmente vitalícia. Estando dentro dos quadros de aposentadoria por invalidez.

Para solicitar a aposentadoria por depressão, é necessário ter todos os documentos necessários em mãos e agendar uma perícia através do site ou indo até uma agência do

Quais os cuidados devo tomar?

Sabemos que é necessário não apenas estar com a doença, isso não irá garantir que qualquer benefício por menor que seja ocorra a concessão ao cidadão, mas sim, a incapacidade de trabalhar por causa disso.

Desse modo, se o futuro beneficiário tiver uma depressão profunda comprovada, mas a perícia não conseguir comprovar que isso o torna incapaz em seu trabalho, de nada adiantará ir até o local.

Visto que é necessário que a doença ou distúrbio ocasione uma lacuna na vida do cidadão, fazendo ele não conseguir realizar as tarefas trabalhistas, e assim, necessitar do auxílio.

No dia da perícia é importante portar todos os documentos, evitando deixar algum para trás e assim perder algumas chances de acesso. Visto que é importante levar exames, atestados, laudos e tudo que servir de prova para o técnico.

Conclusão

Portanto, a aposentadoria por depressão realmente existe. Entretanto, é necessário que seja tratada com carinho e cuidado, evitando prejudicar pessoas que de fato precisam do auxílio ou aposentadoria.

Visto que a lei prevê sim o direito, mas não simplesmente por estar com a doença, mas a partir do momento que a doença torna o futuro beneficiário incapaz de trabalhar.Desse modo, a literatura é bem clara e simples a respeito disso. E então, ainda ficou alguma dúvida? Saiba mais no site do INSS

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.