Auxílio Brasil: governo paga beneficiários com NIS final 9

Auxílio Brasil: governo paga beneficiários com NIS final 9

Auxílio Brasil: governo paga beneficiários com NIS final 9

Hoje (29), a Caixa Econômica Federal Auxílio Brasil paga aos beneficiários com Número de Cadastro Social (NIS) que termina em 9. O valor mínimo pago pelo benefício é de R$ 400 e o programa segue o modelo de dados do ex-Bolsa Família que pagava nos últimos dez dias úteis do mês.

Quem recebe o benefício pode optar por dois requerimentos separados informando as datas de pagamento, o valor dos benefícios e a composição das parcelas. O Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o Caixa Tem, utilizado para monitorar a caderneta de poupança digital dos bancos. Segundo o governo federal, atualmente 17,5 milhões de famílias estão sendo atendidas pelo programa. No início deste ano, foram recebidos 3 milhões no Auxílio Brasil.

Plano de Pagamento Auxílio Brasil


A partir de hoje também será pago às famílias residentes no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) com NIS final de 9, o valor da assistência de gás. Esse valor foi de R$ 53 em junho e segue o cronograma regular de pagamentos da Auxílio Brasil. Segue abaixo o cronograma de pagamento do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás:

O auxílio ao gás tem duração prevista de cinco anos e beneficiará até 5,5 milhões de famílias até o final de 2026 se for pago 50% do preço médio de uma garrafa de 13 quilos. O valor é calculado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) nos últimos seis meses.

O benefício é pago bimestralmente e tem um orçamento de R$ 1,9 bilhão para este ano $ . Só podem participar do programa aqueles incluídos no CadÚnico e que tenham pelo menos um familiar recebendo o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Além disso, a lei que criou o programa estabeleceu que a preferência deve ser dada à mulher responsável pela família e às mulheres vítimas de violência doméstica.

Benefícios do Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil possui três benefícios básicos e seis adicionais que podem ser adicionados caso o beneficiário encontre emprego ou tenha um filho que se destaque em competições atléticas, científicas e acadêmicas. Podem receber o benefício famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas extremamente pobres, e até R$ 200, em situação de pobreza.

No início de abril, o Presidente da República, Jair Bolsonaro sancionou a medida provisória tornando o Auxílio Brasil de R$ 400 um benefício permanente. Esta sanção foi publicada no Diário Oficial da União. A proposta original do governo federal previa que esse valor só deveria valer até dezembro de 2022. No entanto, os parlamentares optaram por tornar o valor permanente.

Além disso, também com a possibilidade de quebrar o teto de gastos, o governo de Jair Bolsonaro (PL) planeja aumentar o valor mínimo do Auxílio Brasil. Hoje o pagamento é de pelo menos R$ 400, mas pode chegar a R$ 600 se a medida for aprovada. A proposta está intimamente relacionada às eleições que ocorrerão em outubro.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.