Auxílio Brasil: saiba quando começam ser pagas as parcelas de julho

Auxílio Brasil: saiba quando começam ser pagas as parcelas de julho

Auxílio Brasil: saiba quando começam ser pagas as parcelas de julho

A partir do dia 18, a Caixa Econômica Federal passará a pagar a parcela de julho do Auxílio Brasil. Segundo o Ministério da Cidadania, 18,15 milhões de famílias receberam o benefício até junho, o que representa um investimento total de R$ 7,6 bilhões. O programa garante a cada beneficiário um repasse mínimo de R$ 400. O repasse médio recebido pelas famílias foi de R$ 402.

Segundo a Secretaria Nacional de Renda de Cidadania, o Nordeste continua sendo a região com maior número de beneficiários. São 8,6 milhões de famílias atendidas pelo Auxílio Brasil. Em seguida vêm as regiões Sudeste (5,2 milhões), Norte (2,1 milhões), Sul (1,2 milhão) e Centro-Oeste (941 mil). qualificam para receber o Auxílio Brasil e não tiveram acesso a ele em abril deste ano.

Essa carteira aumentou 113% em relação a março, quando o número de famílias em espera era de 1.307.930. Ou seja, o número de 1.480.432 famílias que contribuíram para a demanda reprimida em abril é maior que o total de março.

Calendário de pagamento do Auxílio Brasil

O benefício é destinado a famílias que vivem em extrema pobreza. Famílias em situação de pobreza também podem receber benefícios desde que tenham entre seus membros gestantes ou menores de 21 anos.

Famílias extremamente pobres são aquelas com renda familiar mensal per capita de até Rs. $ 105. Quem vive na pobreza tem renda familiar per capita mensal entre R$ 105,01 e R$ 210. Segue abaixo o cronograma de pagamentos do Auxílio Brasil para o mês de julho:

Para informações sobre o benefício, você pode ligar para o 121 da Secretaria de Cidadania para saber o valor a ser pago e seu direito ao benefício. Essas informações também estão disponíveis na central de atendimento das Caixas, pelo telefone 111.

Benefícios do Auxílio Brasil


Lembre-se que o programa Auxílio Brasil possui três benefícios básicos e seis adicionais. Estes podem ser adicionados se o beneficiário encontrar trabalho ou tiver um filho que se destaque em competições atléticas, científicas e acadêmicas. Podem receber o benefício famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas extremamente pobres, e até R$ 200, em situação de pobreza.

Em abril, declarou o presidente da República, Jair Bolsonaro , aprovou uma medida provisória tornando o Auxílio Brasil de R$ 400 uma conquista permanente. Esta sanção foi publicada no Diário Oficial da União. A proposta original do governo federal previa que esse valor só deveria valer até dezembro de 2022. No entanto, os parlamentares decidiram fixar o valor permanentemente.

No entanto, mesmo com a possibilidade de ultrapassar o teto de gastos, o governo Jair Bolsonaro (PL) planeja aumentar o valor mínimo do Auxílio Brasil. Atualmente o pagamento mínimo é de R$ 400, mas pode chegar a R$ 600 se a medida for aprovada. A proposta está intimamente relacionada com as eleições que ocorrerão em outubro.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.