Cadastro Único – Como inscrever para receber o Auxílio Brasil

Cadastro Único – Como inscrever para receber o Auxílio Brasil

Cadastro Único – Como inscrever para receber o Auxílio Brasil

Os benefícios do Cadastro Único vêm ajudando milhares de pessoas pelo Brasil. Ele é um banco de dados completo que reúne as informações mais importantes sobre a população de baixa renda do país.

Através do CadÚnico você tem a oportunidade de se inscrever em diversos benefícios que ajudarão você e sua família em muitos aspectos, como alimentação ou educação. Um desses benefícios é o Auxílio Brasil.

Muitas pessoas não sabem que têm direito ao benefício ou não sabem o procedimento para se inscrever. Por isso, para saber mais sobre o Auxílio Brasil e também sobre o CadÚnico, acompanhe o artigo a seguir.

Cadastro Único – Como inscrever para receber o Auxílio Brasil
Cadastro Único – Como inscrever para receber o Auxílio Brasil

Aumento da procura do Auxílio Brasil

Desde a sua criação o Auxílio Brasil é bastante comentado, porém nos últimos meses a busca pelo programa ficou ainda maior. O valor do benefício foi de R$400 para R$600, e isso foi uma das principais razões para elevar a busca.

É comum ter dúvidas sobre como funcionam as inscrições já que existem muitos detalhes. A principal delas, é que é necessário se inscrever primeiro no Cadastro Único e aguardar na fila de espera para ser selecionado e receber os pagamentos do Auxílio Brasil.

Isso vale para inúmeros benefícios, como é o caso do Vale Gás. O procedimento para recebê-lo é parecido ao do Auxílio Brasil, ou seja, os dois possuem o CadÚnico como base de dados.

Como realizar a inscrição no Auxílio Brasil através do Cadastro Único?

Fazer a inscrição para participar do Auxílio Brasil e receber os valores mensais não é complicado, porém exige paciência e alguns documentos. Primeiro você pode fazer um pré-cadastro no app do CadÚnico. 

É necessário agendar o dia para atendimento presencial da sua família em um dos CRAS ou posto de atendimento do Cadastro Único e do antigo Programa Bolsa Família da sua região.

Após o pré-cadastro no app e agendamento de atendimento presencial no CRAS, é bom separar os seguintes documentos para levar no dia:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade – RG;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) – no caso da pessoa ser indígena.

Saiba que no dia do atendimento não é necessário ir toda a família. Você ou qualquer outra pessoa acima de 16 anos, com CPF ou título de eleitor pode ir no dia para dar é dar entrada no processo. Essa pessoa se tornará o “responsável familiar”.

Dia da entrevista do Cadastro Único

Após os procedimentos iniciais no app gratuito, será agendado um dia de atendimento. No dia marcado, o responsável familiar, de preferência uma mulher, fará uma entrevista onde serão feitas perguntas sobre a família. 

Entre as perguntas, o responsável será questionado sobre quais são os membros da família, como é a casa onde moram, se existe algum deficiente entre os membros, o grau escolar de cada um e o valor da renda mensal do grupo.

Essas perguntas são necessárias para conferir informações sobre o Cadastro Único e completar as que faltarem no sistema do governo. Por isso a pessoa deve responder com honestidade e sem qualquer preocupação.

Como saber se posso me inscrever no CadÚnico?

Confira a seguir as condições que as famílias que participam do Cadastro Único fazem parte para poder se inscrever no programa:

  • Caso sua família tenha até meio salário mínimo por pessoa mensalmente;
  • Famílias com até 3 salários mínimos de renda mensal total;
  • Famílias que possua renda maior que 3 salários mínimos, porém nesse caso, o cadastro deve estar ligado à inclusão em programas sociais nas 3 esferas do governo;
  • Quem mora sozinho e forma a família unipessoal;
  • Quem vive em situação de rua, seja sozinha ou com mais membros da família.

Considerações sobre o Cadastro Único

As famílias de baixa renda podem se beneficiar bastante dos programas do Cadastro Único. Por isso, é importante prestar atenção nas informações e documentos solicitados pelo CadÚnico e se inscrever o quanto antes.

Portanto para mais informações, acesse o site do Governo Federal. Se você gostou deste artigo, acesse as outras categorias do site Decorama.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.