Cadastro Único — Como receber Auxílio Brasil e mais 22 benefícios

Cadastro Único — Como receber Auxílio Brasil e mais 22 benefícios

Já sabe como e por que fazer seu Cadastro Único? Hoje explicaremos para você como é possível estar fazendo sua inscrição no Auxílio Brasil. Assim conseguindo receber seu benefício de seiscentos (600) reais. A busca para se inscrever neste novo auxílio vem crescendo bastante. Este que é uma substituição do antigo Bolsa Família veio para auxiliar a família brasileira.

Recentemente houve uma mudança no auxílio Brasil. O valor oferecido aos beneficiários passou de quatrocentos (400) reais para seiscentos (600) reais. E esta é uma alteração muito importante. Pois para as famílias aptas a receber este auxílio esse aumento é de grande ajuda. Tudo isso apenas fazendo seu cadastro único. E o mais interessante é que isso é realizado totalmente online.

Como esse auxílio tem tido bastante procura, aquele que fizer seu cadastro único irá ser direcionado a uma fila. Onde por um tempo irá aguardar a sua vez de receber seu auxílio Brasil. Ao chegar sua vez já não será preciso mais esperar. A partir do momento em que você for aprovado e chegar sua vez, você poderá receber os valores mensalmente.

Cadastro Único — Como receber Auxílio Brasil e mais 22 benefícios

Cadastro Único — Quem pode se inscrever

Devido ao auxílio Brasil ser um benefício destinado ao apoio de famílias com dificuldade financeira, é feita uma filtragem nas pessoas que estarão ou recebendo. Todos podem se inscrever. Para ser aceito é preciso se encaixar em alguns requisitos. O primeiro grupo de família que se encaixa no programa é o daquelas com renda mensal de no máximo meio salário mínimo por pessoa.

Isso é limitado para uma renda de no máximo três salários mínimos mensais por família. Caso a família tenha feito um cadastro único, que seja vinculado a programas sociais, ela também poderá estar se beneficiando do programa. Pessoas que não moram em conjunto, ou seja, sozinhas, também poderão participar do programa. Pois elas fazem parte do grupo de famílias unipessoais.

Por fim, também são aceitas as pessoas que se encontram ou vivem em situação de rua. Estejam elas morando sozinhas ou junto de seus familiares. Como podemos perceber, este programa auxiliará pessoas em uma situação financeira delicada. Dando suporte para que essas pessoas consigam viver uma vida digna e sair da situação de pobreza.

Cadastro Único — Cadastro e entrevista

Após ter realizado o seu pré-cadastro, o candidato precisará fazer uma entrevista. No caso de famílias inscritas no cadastro único não será necessário que toda a família se apresente. Contanto que tenha 16 anos ou mais, CPF em dia e título de eleitor atualizado, qualquer integrante da família pode a representar. Esta pessoa será quem dará uma entrada no processo de seu cadastro.

A pessoa que tomar frente do processo será considerada como a responsável familiar. Será ela quem receberá o benefício. Será agendado um dia para a entrevista com este, ou esta representante. Nesta entrevista haverá uma conversa em que serão feitas algumas perguntas. Estas perguntas são relacionadas a família e seus integrantes. A fim de conhecer e ver se o grupo familiar se encaixa no benefício.

Para exemplificar melhor o tipo de perguntas que serão feitas podemos citar, por exemplo, onde se encontra a sua residência. Como são as pessoas de sua família. Qual à idade do integrantes. Se existe algum membro que possua uma deficiência. Qual a escolaridade desses integrantes. Além de perguntas voltadas às finanças da família. Como qual é a renda mensal de cada integrante.

Documentos para se cadastrar

Para fazer seu cadastro único serão exigidos alguns documentos. Não só para esse cadastro mas também para as outras necessidades durante esse processo. É necessário estar com os documentos atualizados e legíveis. Assim não sendo necessário parar sua inscrição no meio para os deixar de acordo com as exigências. Devido a importância disso, resolvemos trazer para você uma lista do que é necessário ter em dia.

Certidão de Casamento;
RG (Carteira de Identidade);
RANI (Registro Administrativo de Nascimento Indígena);
Certidão de Nascimento;
Carteira de Trabalho;
Título de Eleitor;
CPF (Cadastro de Pessoas Físicas).

Como realizar o seu cadastro

Para se cadastrar, como dito antes é preciso estar com todos os seus documentos em ordem. Com os documentos da lista anterior verificados você poderá estar fazendo sua inscrição de fórmula online. O pré-cadastro pode ser feito através do site ou do aplicativo do cadastro único (CadÚnico). Até este momento, tudo pode ser feito através de um computador ou celular.

Após preencher as informações necessárias e apresentar os documentos pedidos, você irá agendar a data de sua entrevista. Esta parte do processo já não é feita de forma online, mas presencial. Neste momento, o representante da família precisará ir a um Centro de Referência de Assistência Social em sua cidade. Este é chamado de “CRAS”.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.