Caixa libera até R$ 3.000 por empréstimo, disponível até para quem tem nome sujo

Caixa libera até R$ 3.000 por empréstimo, disponível até para quem tem nome sujo

Caixa libera até R$ 3.000 por empréstimo, disponível até para quem tem nome sujo

A Caixa Econômica Federal, por meio do aplicativo Caixa Tem, oferece uma modalidade de empréstimo visando atender empreendedores individuais e microempreendedores individuais (MEIs). A opção entrou em vigor no final de março.

A nova opção de crédito SIM, Digital permite a concessão de valores até para pessoas com CPF negativo. Além disso, beneficiários de programas de transferência de renda como o Auxílio Brasil possa resgatar os valores.

Seja como for, é importante notar que ambas as modalidades são voltadas para empreendedores. Pelas regras oficiais, a SIM, Digital está oferecendo inicialmente valores que variam de R$ 300 a R$ 1.000 para pessoas físicas, com juros mensais a partir de 1,95%.

Segundo a Caixa, das 602 mil pessoas que recorreu Conforme a SIM, Digital, 499 mil estavam negativados (com dívida registrada junto aos órgãos de proteção ao crédito), representando aproximadamente 83% dos contratantes.

Microcrédito da CAIXA, SIM Digital

Em primeiro lugar, é importante destacar que existe uma diferença entre os serviços, embora ambas as operações façam parte dos serviços de microcrédito dos bancos.

Enquanto o crédito Caixa Tem, lançado em setembro passado, visa atender clientes não-negativamente e financiado pela instituição, o SIM, Digital, lançado no final de março, é garantido pelo Fundo Garantidor de Microfinanças (FGM) e recebeu aporte não inferior a R$ 3 bilhões.

Segundo o presidente da Caixas, Pedro Guimarães, o valor médio acordado nos primeiros 20 dias do programa entre aqueles com restrição de crédito foi de R$ 778,31. No mesmo período, cerca de 102.000 candidatos sem nomes restritos registraram um ticket médio de R$ 735,50.

O SIM Digital (Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores) consiste em duas operações, conforme disposto a seguir:

  • Pessoa físicas: é liberado empréstimo de um valor de R$ 300 a R$ 1 mil, com taxa de juros a partir de 1,95% até 3,60% ao mês e parcelamento de 12 a 24 meses. A modalidade também vale quem está com o nome sujo, mas há limite para as dívidas.
  • Microempreendedores individuais (MEIs): empréstimo de R$ 1 mil até R$ 3 mil, com taxa de juros a partir de 1,99% até 3,60% ao mês e parcelamento de 18 a 24 meses.

Como solicitar o empréstimo no Caixa Tem?

  • Selecione “Contratar Crédito Caixa TEM”;
  • Responda o quiz;
  • Escolha o valor do crédito;
  • Escolha a melhor data para pagamento das parcelas;
  • Escolha a quantidade de parcelas;
  • Digite a senha Caixa Tem e pronto;
  • Será necessário aguardar alguns dias para avaliação da Caixa.

Já os MEIs podem se dirigir a uma agência da Caixa Econômica com seu documento de identidade e os demais documentos necessários para solicitar o empréstimo. Lembre-se que você deve ter trabalhado na categoria há pelo menos 12 meses e ter um faturamento anual de até R$ 81.000.

Posso solicitar o microcrédito se estiver com o nome sujo?

Cidadãos com nome sujo podem solicitar um microcrédito de R$ 1.000 ou R$ 3.000. Você tem acesso a crédito, inclusive aqueles com nome sujo (negativo) em institutos de análise de crédito como Serasa e SPC Brasil.

Como utilizar o Caixa Tem?

Após baixar o aplicativo, o usuário deve realizar a atualização cadastral no Caixa Tem. Para isso, o aplicativo solicita que o usuário digitalize o documento de identidade, envie uma foto selfie e compartilhe a renda mensal.

No MEI, é necessário solicitar um empréstimo nas agências. Para marcar uma consulta, o cidadão deve ter conta na Caixa, ter mais de 12 meses de faturamento como MEI e apresentar comprovante de residência e documentos pessoais e empresariais.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.