Como lidar com a compulsividade financeira

Como lidar com a compulsividade financeira

A compulsividade financeira é uma condição psicológica que faz com que os pacientes gastem muito dinheiro. Essas pessoas passam longas horas no trabalho sem descanso adequado, tempo para a família ou tempo de lazer. 

Eles também experimentam sentimentos de culpa por gastar muito dinheiro. Há muitas maneiras de lidar com a compulsividade financeira. Você pode conversar com um amigo ou familiar de confiança sobre seu problema. Se sentir vergonha, pode até procurar ajuda profissional.

Você pode querer considerar terapeutas, grupos de apoio e outras terapias. Apesar do impacto emocional, é importante lembrar que o impulso de gastar dinheiro é uma tentativa de lidar com um problema subjacente. 

Uma pessoa compulsiva pode estar lidando com raiva, depressão, dúvida ou inadequação, e é essencial entender o que desencadeia esses sentimentos. Então, você pode tomar medidas para resolvê-los e seguir em frente.

Obter ajuda profissional para seus gastos compulsivos é uma excelente opção. Você também pode buscar apoio de amigos ou profissionais de saúde. Se você está se sentindo envergonhado por seus comportamentos, você deve procurar ajuda. 

Esse transtorno não faz de você uma pessoa má ou irresponsável. Existem inúmeros recursos e organizações disponíveis que podem oferecer conselhos. Não deixe que gastos compulsivos controlem sua vida. Não deixe que isso o impeça de viver uma vida feliz e produtiva.

Identifique a causa de seus gastos compulsivos

Existem muitas causas por trás desse distúrbio. Muitas vezes, é um problema emocional. Talvez você tenha sido enlutado ou abusado quando criança. Às vezes você pode estar lutando com raiva, depressão ou dúvida. 

Se você está lutando com esses sentimentos, é importante abordá-los e trabalhar para superar seus problemas. Felizmente, você pode encontrar ajuda para sua compulsão financeira.

Se você é uma pessoa emotiva, é importante procurar ajuda. Seus hábitos de consumo podem ser desencadeados por um determinado gatilho. Identificar esses gatilhos é o primeiro passo para lidar com essa condição. 

Você pode superar as compras compulsivas tornando sua situação financeira mais gerenciável. Se você não conseguir encontrar a causa raiz, poderá trabalhar em outras soluções. A melhor maneira de lidar com sua condição emocional é conversar com um amigo de confiança ou profissional de saúde.

Identifique as causas de seus gastos compulsivos. Seja você um pai, um cônjuge ou um amigo, você precisa se perguntar se está emocionalmente ligado ao seu dinheiro. 

Se você é um amante, suas necessidades financeiras estão ligadas ao seu relacionamento, e é por isso que a infidelidade financeira é tão comum entre as pessoas compulsivas. Encontrar a causa raiz de seus problemas emocionais é o primeiro passo para curar seu distúrbio.

Para alguns, a necessidade de gastar dinheiro é uma obsessão

 Aqueles com esse transtorno acumulam mais do que podem pagar e são incapazes de viver dentro de suas possibilidades. O problema muitas vezes está enraizado em um problema emocional mais profundo. 

As causas de sua compulsividade podem ser um evento traumático que levou à falta de controle sobre suas finanças. No entanto, um grupo de apoio pode fornecer o suporte necessário para quebrar esse ciclo e aprender a administrar seu dinheiro.

Alguns gastadores compulsivos procuram ajuda profissional e se juntam a grupos de apoio. Além da terapia, você pode conversar com amigos e familiares. Bons amigos e familiares podem ser excelentes terapeutas. 

Se o seu problema for mais sério, um amigo de apoio pode ajudá-lo com os aspectos mentais e emocionais de suas compras. Você também pode discutir seus comportamentos compulsivos com eles em particular. Se você se sentir envergonhado com eles, é uma boa ideia procurar ajuda profissional.

Um grupo de apoio ou terapia profissional pode ser útil para um gastador compulsivo. Além de um grupo de apoio, eles também podem tentar encontrar uma ajuda profissional. 

Embora conversar com amigos e familiares possa ser curativo, eles também podem ajudar a encontrar uma cura para sua compulsão financeira. Usar um amigo de suporte para limitar seus gastos é uma boa ideia. É importante discutir as causas da compulsão financeira com um psicólogo qualificado.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.