Concurso INSS 2022: saiba quem poderá concorrer às mil vagas confirmadas?

Concurso INSS 2022: saiba quem poderá concorrer às mil vagas confirmadas?

Concurso INSS 2022: saiba quem poderá concorrer às mil vagas confirmadas?

Em junho, a Secretaria Especial de Desburocratização, Administração e Governo Digital publicou o regulamento autorizando a realização do concurso do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Conforme o documento publicado no Diário Oficial da União, estão previstas 1.000 vagas para o cargo de técnico previdenciário. O edital será publicado ainda este ano pelo próprio Instituto. Além disso, o INSS será responsável pela organização e execução do exame, pela participação em todos os regulamentos, atos administrativos e fases do processo de recrutamento de novos servidores.

Como funciona o concurso INSS?

Para vagas de técnico previdenciário, espera-se ensino médio ou equivalente.

Na última edição, realizada em 2015, foram disponibilizadas 800 vagas para essa função Mais 150, vagas para analistas previdenciários, principalmente com formação em serviço social.

A prova consistiu em 120 questões com tempo de processamento de 3 horas e 30 minutos. As disciplinas exigidas para o cargo incluíam conceitos de direito constitucional e administrativo, língua portuguesa, raciocínio lógico, regulamentos legais e outras informações. Na área de conhecimento específico, 70 questões focaram na previdência.

Naquela época, havia 1,043 milhão de candidatos, o que equivalia a uma competição de cerca de 1.304 candidatos por vaga. Isso permite que os participantes acessem os folhetos e modelos de teste da última edição para estudo e preparação.

Além dos outros materiais gratuitos, incluem um guia de estudo do INSS e também uma análise estatística das matérias do exame.

O que faz o Técnico do Seguro Social?

Como funcionário da Agência Nacional de Previdência Social, esta profissão opera sob a jurisdição do governo federal e também do Departamento de Comércio. Assim, é responsável pela manutenção e execução do regime geral de previdência social e trabalha com o pagamento de aposentadorias, pensões e demais benefícios concedidos.

Por isso atua diretamente com auxílio-acidentes, maternidade, pensão por morte, pensões e outros protegidos por programas de legislação nacional. Além disso, há contato com os institutos públicos que atuam no atendimento, suporte e processamento de informações aos segurados.

Há também funções relacionadas ao suporte em processos administrativos, elaboração de documentos técnicos e normativos, participação no planejamento estratégico institucional e também gestão patrimonial.

Em alguns casos, também há suporte técnico em Atividades internas e institucionais, portanto isso faz parte do sistema de organização das informações para segurados e empregados.

Na fase inicial, o pagamento é de R$ 5.447,49, mas pode chegar a até R$ 8.260,25 na classe especial, que também inclui benefícios como: como alimento e ajuda à saúde.

Leia também

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.