Concurso PM PE 2022: Secretário garante editais até o fim do ano

Concurso PM PE 2022: Secretário garante editais até o fim do ano

Concurso PM PE 2022: Secretário garante editais até o fim do ano

A Polícia Militar do Estado de Pernambuco espera abrir um novo concurso público (Concurso PM PE 2022) em breve.

O secretário de Estado de Defesa Social Humberto Freire garantiu que novos concursos para as Polícias Militar, Civil, Científica e O Corpo de Bombeiros será inaugurado em 2022.

“Até o fim do ano, serão lançados novos editais para as quatro forças”, disse o titular da pasta durante a cerimônia de formatura do Curso de Formação de Oficiais no último sábado, 11 de junho.

Com essa graduação e novas contratações, Pernambuco atingirá um total de 7.987 profissionais de todo o quadro de efetivos empossados ​​na Segurança Pública e Pacto pela Vida desde 2015.

“Ainda para este ano, em fase de conclusão da formação, temos cerca de 500 praças da PMPE. Com isso, o Governo de Pernambuco cumpre o compromisso de formar e nomear todos candidatos aprovados nos concursos para as polícias Militar, Civil, Científica e Corpo de Bombeiros”, disse Freire. 

No início deste ano, o governador do estado, Paulo Câmara, aprovou os estudos para a abertura de um novo concurso, assim como o ministro da Defesa Social, Humberto Freire, durante a cerimônia de encerramento do Curso de Formação e Qualificação de Soldados (CFHP) em 11 de fevereiro.

Segundo o secretário de Estado, já estão em andamento estudos da Secretaria de Defesa Social (SDS). Além da Polícia Militar, são prestadas assessorias ao Corpo de Bombeiros, à Polícia Civil e à Polícia Científica:

“Esse movimento de recompletamento continua, tanto que o governador Paulo Câmara já autorizou os estudos necessários para novos concursos para todos os cargos – tanto da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Científica. A SDS já está fazendo esses estudos para apresentar e poder, realmente, desencadear esses novos concursos o mais breve possível”, informou o secretário.

Até o momento, o prazo para conclusão do curso não foi confirmado. No entanto, este processo não deve demorar muito.

No início de fevereiro, o legislativo estadual exigiu urgentemente a realização de novos concursos públicos para a empresa.

O pedido de abertura de concursos públicos para PM e PE de combate a incêndios é dirigido ao governador do estado, Paulo Câmara, e demais membros do Poder Executivo. Além dos bombeiros da PM e PE, propõe-se a abertura de editais para a polícia civil e a polícia técnico-científica.

“Ante o exposto, faço apelo ao Exmo. Governador do Estado de Pernambuco (…) no sentido de que sejam realizados, com a máxima urgência e preferencialmente no primeiro semestre de 2022, novos concursos públicos para recompletamento do efetivo da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil e Polícia Científica do Estado de Pernambuco,” consta no pedido de abertura dos editais.

último edital

O último concurso público para PM e Bombeiros-PE foi aberto em 2018 quando havia 580 vagas no concurso, 500 para militares da Polícia Militar, um cargo intermediário e 80 oportunidades para oficiais (60 para policiais-militares e 20 para bombeiros).

Para o cargo de diretor da PM-PE era necessário ser bacharel em Direito para concorrer a uma das vagas. No corpo de bombeiros, foram aceitos diplomas em todas as áreas.

Além da escolaridade, os candidatos a todos os cargos precisavam atender a certos requisitos, como ter no mínimo 18 anos no momento do ingresso na Carreira Militar do Estado e não mais de 28 anos no momento do ingresso no Exército do Estado Carreira. Inscrição no concurso, tendo em conta esta idade, até ao dia anterior ao 29.º aniversário dos candidatos; estar autorizado a conduzir veículos a motor pelo menos da categoria; e ter uma altura mínima de 1,65 m para homens e uma altura mínima de 1,60 m para mulheres.

As provas objetivas de Soldado da PM-PE contaram com 60 questões objetivas, distribuídas entre as matérias de Conhecimentos de Língua Portuguesa (15); Conhecimento de Matemática (10); Conhecimentos de Geografia (10); Conhecimentos de História (10); e Conhecimentos de Direitos e Garantias Fundamentais (15).

No caso dos oficiais, o exame incluiu 70 questões divididas em idiomas, códigos e estatísticas e suas tecnologias (30) e conhecimentos jurídicos (40), além de uma redação.

Para os bombeiros, o detalhamento das 70 questões diferiram: linguagens, códigos e estatísticas e suas tecnologias (15), matemática e suas tecnologias (15), ciências naturais e suas tecnologias (20) e conhecimentos jurídicos e legislação específica (20), além de redação.

Os participantes também foram classificados conforme os níveis, como Ex.: exame de saúde, teste de aptidão física e avaliação psicológica.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.