Concurso PM RO 2022: Chegou o edital com 40 vagas abertas para oficiais! Até R$ 7.000

Concurso PM RO 2022: Chegou o edital com 40 vagas abertas para oficiais! Até R$ 7.000

Concurso PM RO 2022: Chegou o edital com 40 vagas abertas para oficiais! Até R$ 7.000

A Polícia Militar do Estado de Rondônia informa aos interessados ​​a abertura de novo concurso público (Concurso PM RO 2022) para preenchimento de 40 vagas no cargo de Oficial de Combate. Os salários iniciais oferecidos chegam a R$ 7.000.

O Cebraspe é o responsável pelo Concurso Público da Polícia Militar de Rondônia 2022.

O edital do PC RO 2022 confirma que as vagas variam entre ocupação imediata (20 vagas) e cadastro de reserva (20 vagas) Vale lembrar que do total de vagas, 04 serão reservadas para mulheres, sendo duas imediatas e duas em cadastro reserva.

Para se candidatar a qualquer um dos cargos de oficial de combate, o candidato deve ter nível legal superior, ter entre 18 e 35 anos (completo até a data de inscrição no curso de treinamento) e ter no mínimo 1,65 m de altura para homens e ter R$ 1,60 milhão para mulheres.

O salário inicial é de R$ 7.015,91 para jornada de trabalho em tempo integral.

Conforme o edital de concurso público 2022 do Primeiro-ministro de Rondônia para oficiais, o cargo é responsável pela manutenção da ordem pública por meio dos seguintes tipos de policiamento: geral, urbano e supostamente rural; de tráfego; silvicultura e nascentes; rodoviário e ferroviário, nas estradas estaduais; Porto; rio e lago; veículos de patrulha terrestre e aérea; segurança externa das instituições penais estatais.

Os admitidos serão designados após a conclusão do curso de formação conforme as necessidades da instituição, conforme as disposições da Ordem de Movimentação de Oficiais e vagas da Polícia Militar do Estado de Rondônia.

Inscrições para o concurso PM RO 2022 para oficiais

As inscrições para o concurso PM RO 2022 para oficiais podem ser feitas entre os dias 15 de julho e 5 de agosto de 2022 pelo site do Cebraspe, que organiza a seleção.

A taxa de participação do concurso é de R$ 204,96. O pagamento deve ser feito até 15 de agosto.

Conforme o edital, podem solicitar isenção da taxa de inscrição as seguintes pessoas: doadores de sangue; doadores de medula óssea; doadores de órgãos e/ou tecidos; insuficiente; eleitores convocados para servir no tribunal eleitoral.

Para isso é necessário o envio dos documentos que comprovem as condições no período de 15 de julho a 5 de agosto pelo portal Cebraspe.

Prova


O Concurso Público da Polícia Militar de Rondônia para Oficial de Combate 2022 será composto pelas seguintes fases:

  • 1ª fase: prova objetiva;
  • 2ª fase: prova discursiva;
  • 3ª fase: prova de títulos;
  • 4ª fase: teste de aptidão física;
  • 5ª fase: exame psicotécnico; apresentação de exames médicos; investigação social.

Conforme o edital, aqueles que forem admitidos em todas as etapas da competição serão submetidos ao curso de formação de oficiais (CFO PM) com caráter de eliminação e qualificação.

As provas objetivas e discursivas da competição serão realizadas no dia 25 de setembro de 2022. As provas objetivas acontecem pela manhã. Já as provas discursivas são feitas à tarde.

As avaliações são realizadas nos municípios de Ariquemes/RO, Cacoal/RO, Ji-Paraná/RO, Porto Velho/RO e Vilhena/RO.

Os candidatos devem responder a 100 questões de múltipla escolha divididas da seguinte forma:

  • Direito Constitucional: 10 questões;
  • Legislação Penal e Processual Penal Extravagante: 15 questões;
  • Direito Administrativo: 15 questões;
  • Direito Penal militar: 15 questões;
  • Direito Processual Penal Militar: 10 questões;
  • História e Geografia de Rondônia: 10 questões;
  • Legislação Institucional: 5 questões.

Exame de Discurso

  • O exame de discurso é avaliado com um total de 100,00 pontos e é composto por:
  • a) quatro questões dissertativas relativas a temas específicos de direito penal, direito penal militar, direito processual penal militar, direito administrativo e direito constitucional, a serem respondidas em bis 10 linhas de 15,00 pontos cada, totalizando 60,00 pontos;
  • b) Elaborar documento processual da competência da Polícia Judiciária Militar relativo a matérias específicas de direito penal, direito penal militar, direito processual penal militar, direito administrativo e direito constitucional, até 90 linhas, no valor de 40,00 pontos.

Prova de aptidão física

A prova de aptidão física (TAF), que tem caráter apenas eliminatório, é realizada por candidatos habilitados por atestado médico específico e pretende avaliar a capacidade de o candidato para suportar as exigências de esforço físico e orgânico das atividades físicas realizadas durante treinamento e realizar as tarefas típicas da categoria funcional.

Ao final da fase, o candidato é classificado como apto ou inadequado.

Exercícios cobrados

  • Barra fixa
  • Abdominais
  • Corrida – 12 minutos

Avaliação de Títulos

Serão convocados para a prova de títulos todos os candidatos aprovados na prova discursiva. A etapa valerá 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos enviados seja superior a esse valor.

Validade

O prazo de validade do concurso será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. 

Edital

Concursos Recentes

Os últimos concursos públicos para PM-RO e Bombeiros-RO foram abertos em 2014, quando foram oferecidas oportunidades a militares e agentes de saúde de ambos os sexos e de diferentes especialidades. A Fundação Professor Carlos August Bittencourt (FUNCAB) organizou o edital.

Para os policiais militares e auxiliares de bombeiros, a exigência era de nível superior na área e idade entre 18 e 30 anos (civil) ou até 35 anos (militar). Além disso, foi exigida uma altura mínima de 1,65 m (homens) e 1,60 m (mulheres).

Em relação ao concurso de bombeiros para o cargo de oficial de combate, a exigência era de nível intermediário, com idade de corte de 28 anos (civil) ou até 35 anos (militar).

Houve duas Fases, sendo uma composta por prova objetiva, redação, análise de título (oficial), teste de aptidão física (TAF), avaliação psicológica e exames médicos. A segunda foi realizada através de um curso de capacitação.

Na época, os bombeiros da equipe complementar recebiam R$ 5.480,72, enquanto os salários dos policiais da PM chegavam a R$ 7.257,28.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.