Perfil de investidor – Tudo o que precisa sobre

Se você deseja saber qual é o seu perfil de investidor e quais são os investimentos que são realizados por eles.

Aqui irei falar tudo o que você precisa saber sobre cada um dos perfis que existem e claro, em qual deles você finalmente se encaixa.

Quais são os tipos de perfil de investidor que existe hoje em dia?

– Perfil de investidor conservador:

Os investidores mais conservadores tendem a focar em investimentos seguros.

Assim, essa pessoa prefere investir em opções que tenha poucas chances de ela perder dinheiro.

Além disso, essa escolha acaba influenciando diretamente nos objetivos, que normalmente são focados em não perder.

Isso quer dizer que ele não liga não pagar muito dinheiro, contando que ele não perca nada.

Normalmente, as pessoas mais conservadoras aqui são investidores iniciantes que tem medo de se arriscar por causa da falta de experiência.

Portanto, o investidor conservador vai focar 100% do seu dinheiro em investimento em renda fixa, como:

  • Tesouro Direto;
  • Certificado Bancário – CDB;
  • Letras de Crédito – LCI e LCA.

Mas, é importante lembrar aqui que a renda fixa não traz mais resultados tão interessantes quanto acontecia nos últimos anos.

Na verdade, se você não tomar cuidado e não ter o conhecimento básico, você pode acabar tendo prejuízos.

Um bom exemplo, é que quem investiu em 2020 somente na renda fixa, perdeu poder de compra por causa da inflação no ano que foi maior do que a esperada da taxa Selic e do CDI no mesmo período.

– Investidor moderado:

Aqui o investidor tem características mais conservador ou arrojado.

Ou seja, ele é um meio termo, entre quem é muito mais conservador e quem também é arrojado.

O investidor moderado é quem deseja ainda se manter com segurança, mas está disposto a abrir mão de alguma parte dela, algumas vezes, para ter retorno melhores.

Portanto, um investidor moderado pode optar pode investir em algo mais arriscado do que os investimentos mais conservadores.

Além disso, esse investidor já tem algum tipo de conhecimento sobre o mercado e está no processo de fazer o seu patrimônio aumentar.

Portanto, se você descobriu que tem um perfil de investidor moderado, então você é alguém que aceita alguns riscos para obter melhores resultados.

Assim, aqui você pode ter uma carteira mais diversificada.

O ideal é que você combine bem os títulos de renda fixa com o investimento em ações, por exemplo, desde que tenham um risco de perda menor.

– Perfil de investidor arrojado:

Por fim, temos o investidor arrojado, na comparação com outros perfis, ele é o mais tolerante aos riscos.

Portanto, isso quer dizer que está muito mais aberto para investir na Bolsa de Valores e está muito mais maduro para compreender a dinâmica do mercado.

Uma pessoa mais arrojada, por exemplo, costuma ser muito mais experiente e não se abala com as pequenas perdas, pois, entende que uma certa exposição de risco pode vir a ser recompensada com ganhos no final.

Entretanto, o investidor arrojado precisa entender muito bem do mercado e ter uma visão de estratégia muito acima da média.

Isso acontece porque ele pode aproveitar as pequenas oscilações do dia a dia para realizar lucros.

Por fim, não podemos esquecer que o perfil arrojado pode ter uma parcela menor do seu dinheiro investido em ativos um pouco mais conservador, como uma maneira de ter uma reserva financeira em caso de emergência, por exemplo.

Já quando o tema é os investimentos realizados, normalmente o foco está na renda variável, inclusive na Bolsa de Valores.

Não é por acaso que muitas pessoas arrojadas optam sempre por investimentos como:

  • Ações;
  • Fundos de investimentos;
  • FIIs;
  • Índices;
  • Moedas;
  • Commodities;
  • Exchange Traded Funds;
  • Brazilian Depositary Receipts.

Um item bem importante aqui é que, mesmo que eles sejam arrojados, você não vai precisar fugir da renda fixa, que é muito importante.

A indicação de profissionais é sempre investir um percentual menor em títulos de renda fixa, 30%, mas ainda focar a maior parte, 70%, em produtos de renda variável, se diversificando cada um deles.

Depois desse post, espero que você tenha tudo o que precisa para compreender melhor o perfil de investidor e como ele pode lhe ajudar.

Caso tenha ficado alguma dúvida sobre o tema, deixe uma mensagem no espaço dos comentários para que eu possa lhe ajudar.

Grande abraço e até o próximo post.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.